End: Rua Tocantins, 2265, Centro, 85501-272 - Pato Branco, PR
Tel: (46) 3225-6000 - secretaria@paroquiasaopedropb.com.br

Horários:

Notícias › 06/05/2019

Crianças fazem a Primeira Comunhão com o Papa em Rakovsky

“Deus é nosso Pai, Jesus é nosso Irmão, a Igreja é a nossa família, nós somos irmãos, a nossa lei é o amor”: foi o que disse o Papa Francisco na homilia da missa que presidiu na Igreja do Sagrado Coração de Rakovsky.

Durante a celebração, 245 crianças receberam a Primeira Comunhão e justamente a elas foi dedicada a homilia do Pontífice.

“Jesus está vivo e está aqui conosco”, recordou o Papa. “Não O vemos com estes olhos, mas O vemos com os olhos da fé.”

Primeira Comunhão é a festa com Jesus

A Primeira Comunhão, explicou ainda Francisco, “é antes de mais nada uma festa, na qual celebramos Jesus que quis ficar sempre ao nosso lado e nunca Se separará de nós”.

Festa que foi possível graças aos pais, aos avós, às famílias e às comunidades que os ajudaram a crescer na fé.

Texto integral da homilia da Missa em Rakowski

E hoje as crianças ajudam a realizar o milagre de lembrar a todos os adultos presentes, o primeiro encontro que tiveram com Jesus na Eucaristia e de poder agradecer por aquele dia.

Com efeito, prosseguiu Francisco, há milagres que só podem acontecer se tivermos um coração capaz de partilhar, sonhar, agradecer, ter confiança e honrar os outros.

“Fazer a Primeira Comunhão significa querer estar cada dia mais unido a Jesus, crescer na amizade com Ele e desejar que também os outros possam gozar da alegria que Jesus nos quer dar”.

Que seja a primeira de muitas comunhões

Por fim, o Pontífice recordou a carteira de identidade do cristão: Deus é nosso Pai, Jesus é nosso Irmão, a Igreja é a nossa família, nós somos irmãos, a nossa lei é o amor.

“Desejo encorajá-los a rezar sempre com o mesmo entusiasmo e alegria de hoje. E lembrem-se que este é o sacramento da Primeira Comunhão e não da última; (…) que a de hoje seja o início de muitas Comunhões.”

Depois da homilia, o Papa dialogou com as crianças, reforçando a carteira de identidade do cristão.

Via Vatican News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *